Mais leveza no trabalho

10/01/2019

Autora: Lucélia Lima

Então, estamos no início de mais um ano. 
As reflexões e planejamentos já teriam sido feitas no final de 2018. 
Será que fizemos isso mesmo?
Então, iniciando o novo ano, proponho a reflexão sobre o NOSSO futuro profissional.
Precisamos estar felizes com o que desempenhamos em nosso trabalho. Esta é a primeira regra. Estou no rumo certo? Se sim, temos que buscar a transformação constante de nossas entregas.
Os profissionais bem-sucedidos buscam aperfeiçoamento constante em suas carreiras, mas acima de tudo o autoconhecimento. É necessário que possamos nos perceber o quão felizes estamos com nossas carreiras profissionais.
Muitas vezes não conseguimos fazer esse diagnóstico sozinhos e é necessário a intervenção de um profissional que nos guie.
Se chegarmos à conclusão que, além de ser necessário mudar, queremos mudar, precisamos seguir alguns passos nesta transformação:
1º Seja realista: Faz-se necessária a reflexão de que mudar de carreira não deve ser uma fuga de uma experiência profissional ruim. É importante conhecer o novo ramo de trabalho no qual pretende-se atuar, conversar com pessoas que mudaram de carreira para entender suas experiências boas ou não e ter equilíbrio emocional para agir racionalmente.
2º Recuperar sua história: Na busca da nova carreira é necessário analisar sua trajetória profissional até o presente momento. Quais as atividades eu gostei de desempenhar? A minha escolha acadêmica está alinhada as minhas atribuições profissionais? Desta forma, será possível visualizar melhor se a escolha da vida profissional é adequada ou não.
3º Planejamento financeiro: Neste critério temos que ter claro se essa transição trará realizações, se o impacto financeiro é relevante e se este resultado financeiro é condizente com o momento de vida o qual está vivendo. Esta análise é necessária para que haja prudência no processo decisório.
4º Tudo novo: Quando escolhermos mudar a carreira profissional, é necessário entender que durante um determinado período seremos aprendizes “em primeiro estágio”, e este momento requer paciência consigo mesmo e humildade nos relacionamentos.
5º Onde começar: Ao buscar uma nova colocação profissional, é importante identificar empresas com alinhamento com os seus propósitos (anteriormente, denominados valores); assim como, que vivam estratégias e modelos de negócios para os quais suas competências possam fazer a diferença.
Tudo que estudamos até o momento talvez não seja necessário se conseguirmos trabalhar com um pouco mais de leveza.
O corre-corre do dia a dia nos leva a uma miopia tomada por preocupações e angústias que prejudicam nossa saúde física e emocional.
Quando estamos perturbados, somos incapazes de enfrentar o mundo real, de refletirmos racionalmente sobre as situações que estamos vivendo, gerando confusões mentais e pouco discernimento para uma análise coerente do nosso momento profissional. Então, precisamos tomar cuidado para nos mantermos equilibrados e não nos desvirtuarmos através de pensamentos errôneos.
A dica final é para sermos felizes com o trabalho que desempenhamos, e se isso não está acontecendo, MUDE, para entrar ter um ano de 2019 com planos ousados na busca da felicidade profissional plena, maximizar seus talentos e ser um profissional diferenciado no mercado. 
Feliz vida em 2019!!!

 

dê sua opinião